Trilho da Vezeira de Fafião - Gerês -


Cartas militares: 31 e 44   Distância: 25.7 Km   Duração: 10h10m   Dificuldade: Difícil Trilho GPS

Inicio da caminhada cerca das 08h30, em Fafião, sendo os 1ºs Kms feitos por um estradão sempre a subir, onde recebemos a companhia de uma simpática cadela que fez questão de nos acompanhar durante todo o percurso. Findo o estradão e chegados a um planalto começa verdadeiramente o trilho. Optamos por efectuar o percurso que serpenteia a montanha a meia encosta através de um minúsculo carreiro. Este troço é verdadeiramente espectacular, mas requer perticular cuidado, sendo totalmente desaconselhável em dias com gelo ou elevada humidade, neste caso, a alternativa a cota mais elevada creio que será mais indicada. As vistas sobre as imponentes Sombrosas ou Porta Ruivas são impressionantes e à medida que prosseguimos a sua presença torna-se mais notória.
Rapidamente chegamos ao Porto da Lage, onde o rio com a sua represa, forma belas lagoas e convida a uns bons mergulhos, daqui até à Touça, local magnifico na confluência da corga do Salgueiro com o vale do rio Laço é um pulinho. A partir daqui começam as subidas e descidas que nos levam até à cabana das Fichinhas, com pausa prévia para almoço num pequeno miradouro sobre as Sombrosas. A subida das Fichinhas em direcção à Mourisca foi efectuada na hora de maior canícula o que exigiu um esforço considerável. Chegados ao topo, vemos a Roca Negra, a Rocalva com o seu verdejante prado e o Cutelo de Pias a espreitar ao fundo. Daqui, seguimos para o Vidoirinho, onde aproveitamos para abastecer com a sua magnifica água e rapidamente chegamos ao Estreito, para contemplarmos o vale do rio Laço,  por onde tínhamos passado da parte da manhã, bem lá no fundo. Seguimos para Pradolã, com as suas vistas priveligiadas sobre os Bicos Altos, Carvalhosa e descemos em direcção às lagoas de Fafião, para aí tomarmos a estrada que nos conduz novamente ao inicio do trilho. 

O percurso está bem marcado pelas mariolas, embora em alguns locais, dada a altura da vegetação, as mesmas não estejam visiveis, o que exige termos sempre bem presente a direcção a seguir. É sempre subjectivo dizermos isto, mas o trilho da vezeira de Fafião é certamente um dos melhores trilhos do Gerês, duro e exigente quer pela sua extensão quer pelo acumulado de subida, mas absolutamente imperdível a todos os que gostam da montanha e do Gerês em particular.

Algumas fotos do dia:
































































Comentários

Mensagens populares deste blogue

Trilho das Sete Lagoas

Trilho da Cascata do Arado às Velas Brancas