Trilho de Chã de Susana (Xertelo - Gerês) aos Carris pelo Castanheiro e Lamalonga


Carta militar: 31   Distância: 22,2 Km   Duração: 09h05m   Dificuldade: Difícil    Trilho GPS

Inicio da caminhada em Chã de Susana, na freguesia de Xertelo em plena serra do Gerês, junto à sua enorme mariola, seguindo em direcção ao Alto das Portas do Castanheiro e daí para o Castanheiro, fazendo aí um pequeno desvio para subirmos até ao seu marco geodésico. Aqui, desfrutamos de vistas fabulosas de 360º, Borrageiro I, Coucão, Rocalva, Roca Negra, Nevosa, Fonte Fria, a capelinha de S. João da Fraga, Pitões das Júnias, barragem de Paradela, entre outros, todos ali ao nosso alcance. Daqui seguimos até ao curral da Matança, e logo a seguir, enquadrados pelo Salto do Lobo, chegamos ao imenso vale de Lamalonga com o seu curral. Altura para apreciar a belíssima paisagem e recuperar forças para enfrentar a subida para as Lavarias. Ao percorrer vários locais do Gerês, somos muitas vezes remetidos para cenários da Terra Média, saídos da imaginação de Tolkien, este é mais um deles, o 1º vislumbre do edifício das Lavarias, perfeitamente enquadrado na montanha faz nos lembrar Gondor. Após uma volta pelo edifício das Lavarias, seguimos para os Carris, para almoçarmos num miradouro com uma paisagem deslumbrante com a Ribeira das Negras ao fundo, cuja vista se estende até Pitões e à serra do Larouco. Findo o almoço, deambulamos mais uma vez por toda a zona dos Carris, demos um salto à Lagoa e iniciamos aí o percurso de regresso. Na descida das Lavarias, optamos por efectuar um pequeno desvio para visitarmos as imponentes mariolas de Lamalonga que são verdadeiramente impressionantes. Após a descida, percorremos todo o vale da Lamalonga, onde pudemos observar um pequeno fato de cabras montesas e tomamos de seguida o trilho para a Sesta da Lamalonga, onde temos mais um miradouro fantástico. Daqui  é sempre a descer, passamos pelo curral das Lages dos Bois, Lajes dos Infernos e descemos para o Ribeiro do Penedo, com o seu magnifico poço que  convida a uns belos mergulhos. Daqui seguimos pela levada que nos leva até ao estradão e nos conduz de volta a Chã de Susana onde iniciamos a caminhada.

Trilho magnifico com paisagens deslumbrantes ao longo de todo o percurso que está muito bem mariolado, parte dele vinha já referenciado nas antigas cartas militares. Apesar de extenso, faz-se muito bem, a parte mais complicada é a subida para as Lavarias que requer algum cuidado, já que existe alguma pedra solta. Como todos os percursos, que passam em zonas de laje e rochas, requer particular atenção se realizado em condições de chuva ou elevada humidade.

Algumas imagens do dia:

Mariola de Châ de Susana




Marco geodésico do Castanheiro





Lamalonga

Salto do Lobo

Lavarias das minas dos Carris em cima





Miradouros nas minas dos Carris


Edifícios das minas dos Carris


Lagoa dos Carris


Mariolas de Lamalonga

Curral e cabana em Lamalonga

Sesta da Lamalonga



Poço do Ribeiro do Penedo





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Trilho da Vezeira de Fafião - Gerês -

Trilho das Sete Lagoas

Trilho da Cascata do Arado às Velas Brancas